Lanche para a Equipa Sanocórdia com Bolo de Cenoura e Chocolate



Ora, mais um célebre lanche de convívio da equipa Sanocórdia! Sim, porque o negócio não se faz somente entre o Cliente e o Comercial que o acompanha, mas envolve toda a empresa, desde a parte comercial, à parte financeira, passando pela logística, todos são importantes e necessários para tentar satisfazer o cliente ao máximo. Cada venda é única e é feita da forma mais técnica e personalizada possível, para que o cliente se sinta satisfeito e não pense que é apenas um valor, porque não é, pelo menos para a Sanocórdia. E se por acaso algum dia pensar, que diga-se de passagem, duvido muito, avisem-me que eu despeço-me, tá??? Já agora agradeço a todos os meus clientes que me têm acompanhado e feito o favor de me receber ao longo destes quase 4 anos, e aos meus colegas por me aturarem e por todo o trabalho que fazem, que mais uma vez digo, sem eles a venda não era possível... Eu sei que às vezes sou uma ganda melga, mas vocês compreendem não compreendem? É O stress...Como trabalhamos em equipa, sempre que há uma venda, ou duas, que se façam mesmo que sejam pequenas, juntamo-nos porque de facto o esforço é conjunto...Como o bolo de cenoura me correu bem (e ainda tinha cenouras para gastar... Parte III) , acrescentei chocolate e mais umas coisinhas...
Meninos, amanhã vão comer isto.
  • 3 Cenouras cruas, sem casca, cortadas às rodelas
  • 1/2 cháv. Óleo
  • 4 Ovos
  • 2 c.sp. Açúcar amarelo (the good old champ...)
  • 2 c.sp. de Côco
  • 1 c.sp. farelo de trigo (do miudinho)
  • 2 c.sp de aveia (da miudinha)
  • 1/2 chav. Chocolate em pó
  • 1/2 cháv. de Nozes picadas grosseiramente
  • 1 cháv. Farinha de trigo
  • 3/4 cháv. Farinha de trigo integral
  • 1 c.sb. Fermento
  • 1 pitada de sal (realça o sabor do chocolate)
Comecei por pré-aquecer o forno a 180º C. Pincelei com óleo e enfarinhei uma forma de bolo inglês. No copo da varinha mágica (liquidificador) coloquei: as cenouras, o açúcar, os ovos, o sal e o óleo. Bati até que ficou tudo líquido. Despejei para a "tigela dos bolos" e fui batendo à mão e juntando o côco, as farinhas e o fermento, os cereais, o chocolate e por fim as nozes. Despejei para a forma e coloquei no forno durante cerca de 40 min. Desta vez utilizei açúcar porque juntei muitas coisas saudáveis que podiam deixar o bolo "integral" demais e com um sabor fora do tradicional, e como as papilas gustativas ainda não estão habituadas... Podiam não gostar! Não devia pôr-me com invenções nestas alturas, mas não consegui! Eu gostei e o A. também (tinha que provar antes de vos dar, até porque se eu não aparecer no escritório, já sabem, morri por causa do bolo...) Amanhã vejo a vossa reacção! Utilizei o chocolate, porque toda a gente gosta de bolo de chocolate no escritório... Quem é amiga? P.S. Quem for guloso e quiser testar, convém acrescentar mais açúcar, até perfazer 1 cháv. de açúcar amarelo. Não o juntei, porque acho que não é necessário, o chocolate já tem açúcar e eu não gosto de doces muito doces. Espero que gostem!
Enviar um comentário