Anette, o facalhão e a vacina anti-tétano



A brincadeira de ontem (ver post anterior) correu mal, tão mal que fui para o Centro de Saúde fazer curativo, e saí com a promessa de lá voltar sábado e 4ª feira para o penso!

Ontem, não me apercebi da dimensão da coisa... Sabia que estava mau, mas nunca pensei que fosse tãaaao mau. Hoje de manhã, caiu o penso e voltou a ser uma desgraceira de sangue, voltei-me a sentir mal, voltei a ser incentivada para ir ao médico (lá me valeu o meu pai outra vez para me animar pelo telefone!!! O A. estava fora..) mas não liguei... Por descargo de consciência, liguei para a SAÚDE 24 e a Enf.ª, pelo relato que lhe fiz, recomendou-me ir ao Centro de Saúde mais próximo.

E lá fui eu, pensando, que apesar de ter um corte no dedo, tipo morango fateado, não completamente, que a coisa não era de ralar. Engano meu! Quando cheguei, o médico deu-me na cabeça e disse que devia ter lá ido ontem para levar um ponto, (um, faço ideia...) e que agora não havia nada a fazer senão limpar, desinfectar e pôr penso. Saiu-me um: " AIIIIIINDA BEEEEEEEEEM!!!" e temi pela vida, o médico ficou possesso, isto porque também já não levava uma vacina, há 20 anos. Primeiro, todo querido porque eu disse que tinha medo de me apagar, depois ia-me "matando" quando lhe disse aquilo!

Mas é verdade, eu não queria levar pontos... E depois da experiência dos brincos arrancados à bruta, num outro centro de saúde, eu sei, fiquei um pouco, como direi... ACAGAÇAAADA????

Mas pronto desta vez até correu bem, e até compreendi o ataque do médico. O Enf. foi amoroso, tratou-me do dedo, deu-me a vacina anti-tétano por indicação do médico e ainda levei uma receita de antibiótico para aviar. E 2 luvas de latex para tomar banho!!!

Sábado lá estou eu de novo, porque Domingo parto para a Dinamarca em formação. Regresso 3ª , e 4ª novo "encontro" para ver como está o dedinho.  

A foto está mesmo à  Hitchcock, hein??? Também tenho a foto antes de ir ao Centro de Saúde, se quiserem ver...

E agora uma coisinha mais light...

Uma receita! Que é por isso que vocês cá vêm. Pena que não andem a comentar, às vezes sinto-me a escrever/falar sozinha, mas depois vejo que o contador não pára...

 
 Frango estufado com Ervilhas e Tomilho
Serve 3 porções

3 pernas de frango do campo
Azeite
Ervilhas
Pés dos cogumelos portobellos (descartados da receita de ontem)
Polpa de tomate
1 copo de vinho branco
Mistura de pimentão doce e louro
cominhos em pó
Açafrão em pó
1 c. sb. de pasta de Coentros
Tomilho seco
Piripiri
Cebola picadinha
Massa de alho
Sal

Começar por corar o frango no azeite. Juntar a cebola e a massa de alho. Saltear um pouco. Acrescentar os temperos e o vinho. Deixar ferver. Juntar as ervilhas, os pés dos cogumelos e um pouco de água. Tapar e deixar estufar assim por cerca de 25 a 30 min.  

 **********************************

 

O pequeno-almoço às 9h30, foram 2 ovos mexidos (1 clara+ 1ovo) com o resto dos espinafres de ontem, do recheio dos cogumelos, e um bocadinho de queijo mozzarella. Juntei ainda uma gota de piripiri, orégãos e sal.
O almoço ao 12h30, foi muito rápido, voltei a usar o facalhão, sem ele me atacar. Cozi  feijão verde, temperei de vinagre balsâmico, azeite e alho desidratado moído e grelhei salmão. Bebi ainda um cafézinho com adoçante.
O lanche às  17h00, foi um Danacol natural e enquanto estava no Centro de Saúde, à espera de ser atendida, comi 6 amêndoas.
 O jantar às 21h00, foi  frango estufado com ervilhas com uma salada de pepino. Bebi ainda um chá de camomila com Lavanda que o A. me trouxe, com adoçante.
Enviar um comentário