Bolo de Cenoura e Côco


O porto de honra, ou melhor, o bolo de honra feito para o lanchinho  de boas vindas, noturno, da R. e do J.M.

Gostei tanto da combinação Courgette e Côco que experimentei substituir a courgette por cenoura, coisa que não correu lá muito bem, não que a combinação não seja boa, que é, mas penso que a falta da humidade da Courgette tenha feito com que o bolo ficasse mais seco. Ficou bom para chamar o Alfredo!
(Experimentem comer coisas com migalhas e simultaneamente dizer a palavra "Alfredo" e depois logo vêem)

Para a combinação Cenoura e Côco, continuo a preferir triliões de vezes a minha receita antiga.

Para o caso de quererem fazer experiências, é só seguir os passos.



Bolo de Cenoura com Côco

  • 1/4 chávena de manteiga (usei sem sal)
  • 1 chávena de açúcar (usei amarelo)
  • 2 ovos
  • 1 1/2 chávena de cenoura ralada
  • 1/3 chávena de iogurte (usei um iogurte magro de aroma de morango/kiwi)
  • 1 colher (chá) rum ou extracto de rum (usei vinho da Madeira)
  • 1 colher (chá) de extracto de baunilha
  • 2/3 chávena de coco ralado
  • 3/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 2 chávenas de farinha (usei de trigo sem ser integral)

Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte uma forma de bolo inglês. Bata a manteiga com o açúcar e adicione os ovos, um de cada vez. Adicione a cenoura, o iogurte, a baunilha e o rum. Bata até estar bem misturado. Junte o coco e os restantes ingredientes secos, mexa até estar incorporado mas não mexa demasiado.
Nivele a massa na forma e leve ao forno por cerca de 1 hora ou até que um palito saia limpo do meio do bolo. Deixe arrefecer por 10 minutos na forma, e depois transfira para um prato de servir.


Nota: Eu, como qualquer boa gaja que tenta alcançar a perfeição no que faz, achei que o bolo tinha ficado um pouco seco, mas a R. e o J.M. gostaram. E não são de mentir! O A. também achou que o bolo não tinha ficado tão bom, até porque conhece o bolo original, com o qual delira. Mesmo!

Enviar um comentário