Consegui, conseguiiii!!!!!!!!!!!!!

FAZER UMA TORTA PERFEITA À PRIMEIRA!!! Sozinha!!!


Há anos que queria fazer uma torta... Anos!!! Nunca tive coragem, ficava sempre aflita porque achava que era muito difícil, e que se ia partir, e que ia cozer demais, e mimimimimi... Segui a receita à risca e correu lindamente! E sim, USEI PAPEL VEGETAL PARA A ENROLAR. Qual pano, qual carapuça, para ficar com pêlos  minúsculos colados, papel vegetal é que é!

Estou a vibrar, como já devem ter percebido... Próximo desafio??? Rissóis, massa fresca (raviólis...) e cheesecake. Lá iremos. Com calma, muita caaalma. Se bem que, comigo isso é impossível...

Amanhã deixo a receita e a foto. Até porque só amanhã é que a vou provar. Lá aspecto, a miúda tem! 

Como tinha dito ontem, fui hoje de manhã fazer o penso ao dedo. Estava inacreditavelmente melhor! A enfermeira era amorosa, disse-me que eu tinha um poder de cicatrização muito bom, porque  OS BORDOS JÁ ESTAVAM COLADOS. OK, não é uma expressão bonita mas para mim foi como se me tivesse dado um grande elogio! Aliás, ela viu-me tão maravilhada, sem perceber bem porquê, que lhe mostrei a foto do corte no dia que lá tinha ido a primeira vez, e foi aí que ela percebeu o meu espanto. Ela própria ficou incrédula!

Anette 1 - corte 0  

Ou seja, o dedo está quase pronto para outra, eu é que não... 4ª feira, temos novo penso.

Para o jantar houve receita nova. Utilizei uns medalhões de maruca e usei o trio maravilha de especiarias, ou como diz a Nigella,"a santíssima trindade": cominhos em pó, açafrão em pó e coentros.






















Medalhões de Maruca  ao trio maravilha
Serve 2 porções

4 medalhões de Maruca
2 cebola fatiadas muito finas
Massa de alho
Azeite
200ml Natas light
Mistura de louro e pimentão doce
Cominhos em pó
Açafrão em pó
Massa de coentros
Sal
Vinho branco

Temperar os medalhões com sal.

Numa frigideira, deitar umas 2 c.sp. de azeite e fritar o peixe de ambos os lados. Retirar, juntar mais um pouco de azeite, e saltear a cebola e a massa de alho até quebrarem. Juntar as especiarias, o vinho e deixar ferver. Juntar de novo o peixe, e as natas e deixar ferver. Tapar e cozinhar em lume brando uns 8 min., virando a meio. Destapar e deixar o molho engrossar.
Acompanhei com feijão verde cozido, salteado num nadinha de azeite e alho desidratado moído.

As refeições de hoje: 

O pequeno-almoço às 10h00, foi o resto do recheio das curgetes e beringela com ovos e queijo, mexidos. Bebi ainda café com adoçante.
O almoço ao 13h00, foi o bacalhau cozido com grão (cozido por mim, 40 min, depois da panela de pressão apitar. O de lata tem muito sal!!!), brócolos e cebola cozida. Tudo temperado com azeite e vinagre (na imagem ainda não tinha sido temperado...). Bebi um café e comi um quadrado de chocolate da canderel.

 

O lanche às 17h30, foi um Danacol natural
O jantar às 21h30, foi a maruca com o feijão verde.

ÁGUA: pouca... ACHO QUE O ANTIBIÓTICO ME ESTÁ A FAZER RETENÇÃO DE LÍQUIDOS!!!
Enviar um comentário