Almôndegas...



Depois de uma experiência mal sucedida, em que, ao pôr as bolinhas no molho, elas se começaram desfazer, e eu fiquei sem saber se havia de chorar ou se havia de rir, (claro que me ri, ó se me ri, estava cá com os nervos!!!), porque só pus 2 colheritas de farinha, pensando eu que era o bastante, resolvi insistir e... Para segunda experiência até nem correu mal, pois não? Hein???? Pelo menos ficaram bolinhas perfeitas!!! A molhanga também estava boa.

Almôndegas de soja (aha! Não tinham percebido ainda pois não??? Hum????)
  • 550g de soja demolhada e bem escorrida (Soja o mais miudinha que encontrarem, tipo migalhas. Mais ou menos 2 cháv. seca)
  • Água quente para hidratar
  • 3 dentes de alho (muito picadinho)
  • 1 cebola pequena (muito picadinha)
  • salsa picada
  • sal
  • molho de soja (o meu quase que serve só para dar sabor e cor, não é nada salgado)
  • noz moscada
  • Piripiri
  • 2 c.sp. pão ralado
  • 1 ovo
  • cerca de 9 c.sp. de farinha (pôr farinha até os ingredientes se agregarem bem e ficarem bem compactos)
  • (Devo ter posto mais uns quantos condimentos, mas não me lembro bem... Já sabem que me ponho a inventar e qualquer dia até remédio para as formigas ponho...)
Misturar tudo muito bem e formar bolinhas com as mãos enfarinhadas. Pôr no molho a cozer, talvez 1/2 hora. (não tomei bem noção do tempo porque estava a fazer catálogos pelo meio.)
Molho
  • 210g de polpa de tomate (pacotinhos pequenos à venda...)
  • 1 pacote de medida de água quente
  • 1/2 pacote de medida de vinho branco
  • 1 folha de louro
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picado
  • pimenta
  • 2 c.café de açúcar mascavado (se virem que está muito ácido acrescentem mais)
  • Sal
  • Cogumelos fatiados ( dos naturais...)
Fazer um molho de tomate onde vão cozer em lume brando as almôndegas. Se faltar molho, acrescentar água quente. Fui agitando o tacho, e não mexi com a colher para não estragar os tesourinhos. Servi com arroz e couve de Bruxelas cozida.
Da próxima vez vou pôr queijo ralado... Ui! E depois é ver-me a correr no Estádio Nacional feita maluca!
Solenemente e de cabeça baixa, aqui me condeno perante vós, meus assíduos visitantes, a minha falta para convosco, nas vossas cozinhas e casinhas (para alguns, não é Gui???), mas tem-me sido complicado, nunca tive um ano como este... E como devem calcular a minha vida não é estar em casa a fazer comida... Tenho conseguido postar tão regularmente porque os orçamentos e catálogos têm sido tantos que não me deixam sair de casa, o que é bom porque vou fazendo comida à hora de almoço e jantar mais assiduamente, mas é mau porque se um vendedor não anda na rua, não vende (é claro que os orçamentos podem dar em coisas boas, mas...)! Por isso, talvez, na próxima ou próximas duas semanas as coisas acalmem, pelo menos é essa a previsão... Vou agora para uma abertura de concurso para o Entroncamento (orçamento de há 2 semanas atrás...). Desejem-me sorte!
Enviar um comentário