Cozinha da Anette no Brasil: Carilada!!!



Ok, não é o indiano do supermercado asiático que aguardávamos, ainda está no contentor (e não há previsão de chegada!!!), mas safa, ó se safa!!!
Muito bom! Ao principio fiquei um pouco apreensiva quando cheirei a mistura do caril (são todos diferentes, porque são misturas de várias especiarias!) porque cheirava um pouco demais a cominhos, mas o resultado final foi fantástico!!!!
O Paizoco deu nota 10 (e olha que ele é exigente!!!)! Tem um efeito retardador, como ele diz, não se nota o picante logo, passado um bocado é que se sente um calor, mas não é muito "destruidor"... Delirou!!!
"Graças à Deus, eu vi a luiz meus irrmãos!!!"
Usei:
  • 6 sobrecoxas de frango grandonas
  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 3 folhas de louro
  • 1/2 copo de espumante (resto de um aniversário)
  • 1 c.sp. de margarina
  • uma golpada de azeite pequena (azeite, aqui, há pouco, e o que há é caaaaaaaaaaaaaro!)
  • 1 Pimentinha baiana em conserva (A safadinha do picante quente!)
  • 1 c sb. massa de tomate (tipo polpa de tomate mas mais espessa)
  • 2 1/2 c.sb. caril
  • 2 c.sp. coco ralado
  • 1 Garrafinha de leite de coco de 200ml
  • Sal
Comecei por marinar o frango em 2 dentes de alho picados, espumante e louro.
Fiz o refogado com o restante alho e a cebola, picadinhos. Quando já estavam douradinhos, juntei o frango para corar um pouco.
Juntei a massa de tomate, dei mais umas voltas, e juntei o caril. Deixei saltear mais um pouco e juntei a pimentinha.
Adicionei o leite de coco, mais 1 garrafinha de água e 1/2 garrafinha de leite (de vaquinha) porque não havia leite de coco suficiente. Acrescentei o leite de coco e esteve a cozer uns 30 minutitos para apurar bem e o frango cozer.Juntei o sal.
Quando o molho ficou grossinho, servi.
Acompanhamos com arroz vaporizado (não compramos basmati) e banana e manga. Eles, com cervejinha, eu, com suquinho de maracujá (para variar...).
Enviar um comentário